sexta-feira, 29 de julho de 2011

De cabeça erguida

138749354_large
http://weheartit.com/entry/12635814


Parte final


- Claro! Vamos tomar café. - disse ele sério
Fomos caminhando até uma lanchonete ali perto, por sorte eu tinha dez reais dentro do bolso da minha calça pra pagar meu café. Todo o percurso foi feito em silêncio, pedimos o que queríamos e continuamos em silêncio, até que ele resolveu falar:
- Alice...eu não sei o motivo de você ter vindo me procurar, talvez seja curiosidade ou outra coisa, mas já que você está aqui eu quero que você fique sabendo de uma coisa...
- Aqui o café com sanduíche da senhora e o suco com misto quente do senhor. - interrompeu-nos a garçonete
- Obrigada! - dissemos em coro para continuarmos a conversa.
- Pode continuar Lucas! - disse eu um pouco ansiosa.
- Então Alice... eu já te disse que faz três anos que te amo e que quero ficar com você pra sempre, mas você me disse que não quer nada sério, nem uma ficada sequer...
- É o que eu estou pensando Lucas? - interrompi ele quase chorando
- Não sei o quê você está pensando Alice, mas me deixe falar e veja se é o que você imagina. Pode ser?
- Pode! Fala logo Lucas, estou nervosa.
- Ok! Depois de tentar tanto durante esses dias e só ouvir você me dizer que não queria nada eu resolvi aceitar ir pra fora do país com meus pais. Eles estão indo hoje à noite e eu ia ficar com minha tia pois achava que tinha chances com você, mas vi que não ontem e resolvi ir com eles.
- Você não tentou o suficiente! Acha que me beijar à força duas vezes e dizer que me ama uma vez é tentar durante dias? Boa viagem então e seja bem feliz lá fora!
Paguei minha conta e saí brava mas... chorando! Eu não acredito que ele ia desistir assim tão fácil, tão rápido. Que idiota que ele era, acho que ele nunca sentiu nada, apenas achou que eu era fácil e arriscou, mas viu que eu não era assim. Burra! Idiota!
Voltei pra casa da Lia, entrei com raiva, chorando, peguei minhas coisas rapidamente e fui descendo as escadas. Esbarrei com Lia nos degraus, ela estava confusa, não sabia o que estava acontecendo, tentou me perguntar mas eu fui empurrando-a até lá embaixo, em seguida abri a porta, agradeci e saí! Novamente estava sem destino, triste, chorando. As pessoas me olhavam, algumas riam, outras tinham pena, mas eu não ligava, apenas me julgava novamente por ter acreditado que era amada. Liguei pra meu pai, era pra lá que eu deveria ir. Pedi que ele me pegasse no ponto de ônibus, e assim ele fez. Ah meu pai, será que ele me entenderia?
Assim que entrei na casa dele fui rodeada por perguntas. Começou com:
- Por que você não veio antes de ontem? Hoje já é domingo! Você vai ficar aqui até que horas? O que aconteceu?
E eu respondi assim:
- Pai! Deixa eu descansar um pouco depois te respondo tudo ok?
É claro que ele não queria assim, mas aceitou numa boa.
Me deitei e ouvi música durante uma hora, deu a hora do almoço e fui comer com meu pai. Ele havia feito frango grelhado e batata frita do jeito que só ele sabe fazer. Após o almoço respondi tudo pra ele, contei da minha mãe, do Lucas e meu pai me mandou na lata:
- Minha querida! Volte pra caso, irei com você e falarei com sua mãe, ligue pro tal Lucas e o impeça de partir, amanhã depois da aula dê um soco nesse seu ex-namorado.
- Sério?
- Desconsidere a última alternativa, apenas ignore ele ok? O resto é sério!
- Ok!
- Você quer ir agora?
- Sim!
- Então tá! Só um minuto!
- Ok!
Meu pai pegou o carro no mecânico e me levou pra casa, antes passamos no cinema e assistimos uma ótima comédia pra relaxar, depois lanchamos e fomos pra casa da minha mãe. Já estava anoitecendo quando eles terminaram de conversar e então tomei minha decisão a respeito do Lucas.
- Pai! Sei que é tarde, mas posso lhe pedir uma coisa?
- Claro!
- Me leve ao aeroporto?
- O quê?
- O voo do Lucas está pra sair, tenho que impedir que ele vá embora.
- Então tenha pressa, corra, vamos.
- Vamos!
Entramos no carro e fomos ao aeroporto, por sorte não havia engarrafamento naquele início de noite. Chegamos no aeroporto, corri na direção de embarques internacionais e vi Lucas, ali, com uma blusa xadrez e um allstar branco. Ele estava muito lindo, tanto quanto no dia da festa. Corri e gritei seu nome, todos olharam. Ele sorriu, eu chorei. Ele veio em minha direção e iniciou uma pergunta, mas não deixei, apenas pulei em seu colo ignorando a faixa que me impedia de ir para aquele lado, e o beijei. Ele me olhou e eu sorrindo disse que queria que ele ficasse, comigo. Ele sorriu e disse que ficava, mas a mãe dele pediu que eu fosse com a família, meu pai olhou para mim no momento em que olhei para ele, parecia que eu havia dito algo pois ele de imediato disse que buscaria uma mala e verificaria meu passaporte, a respeito de uma escola a mãe de Lucas disse que me matricularia assim que chegássemos na cidade. Faltavam apenas duas horas, meu pai verificou o passaporte e por sorte ainda estava válido, foi buscar minhas coisas enquanto fomos comprar a passagem, por sorte ainda restavam três, uma na poltrona ao lado de Lucas. Tudo correu bem, fui pra Nova Iorque com meu namorado e nos divertimos muito, foi pura magia, amor. Ligava pros meus pais todos os dias e me divertia muito com Lucas a todo segundo.
Fim...

Por: Aline

6 comentários:

  1. Olá, tudo bem?
    Eu amo o seu blog, de verdade.
    Gosto dos seus posts.
    Vejo que você é uma boa pessoa no assunto "escrita".
    Então, vim convidar você para visitar esse blog: http://doceescrita.blogspot.com/
    Que eu vou colocar o meu conto. E, gostaria que você me desse algumas dicas,
    falasse como está o conto...

    Então é isso, beijos.

    ResponderExcluir
  2. Olá! Tudo sim! Own obrigada, eu também amo o seu blog. Visitarei sim, e pode contar comigo!! Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi! Eu adorei o seu blog! Muito fofo mesmo, adorei os posts! =D
    Já estou seguindo! Segue de volta!

    http://curiosanews.blogspot.com/

    Ah, você pode participar da campanha (Curiosa por um mundo melhor!) que está tendo lá no blog?

    http://curiosanews.blogspot.com/2011/07/campanha-curiosa-por-um-mundo-melhor.html

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. já acabou ?kkkkk
    Gostei muito ,quando vai começar escrever outra?

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    adorei o seu blog e estou seguindo! Queria te convidar pra conhecer o meu... segue também se você gostar!!

    bjss

    www.blogdajupenedo.com

    ResponderExcluir
  6. Curiosa vou dar uma olhadinha no seu blog e na campanha. Caso goste seguirei e participarei. Obrigada pelo comentário e por seguir! Beijos

    Elyne acabou! rs Não sei quando começo a escrever outra, ainda preciso de um tema formado, mas assim que conseguir eu começo! Obrigada pelo comentário flor! Bjs

    Ju obrigada!! Vou olhar o seu blog sim querida, se gostar sigo! Um beijão! :DD

    :DD

    ResponderExcluir